Casa Curta-SE

topo do site

Curta-SE 16 finaliza com êxito mais uma edição

 

Entre os dias 12 e 17 de setembro, aconteceu a 16ª edição do Festival Iberoamericano de Cinema de Sergipe (Curta-SE). Este ano, foram mais de 60 produções cinematográficas exibidas gratuitamente ao público sergipano no Cinema Vitória, em Aracaju (SE).

 

Com a temática “Lugar de Mulher é no Cinema”, o Curta-SE 16 buscou destacar o empoderamento feminino com mais inclusão da mulher no cenário audiovisual, seja à frente ou por trás das câmeras. Diante disso, o Festival escolheu na Mostra Competitiva d longas,  filmes dirigidos apenas por mulheres para serem exibidos  e proporcionou uma Roda de Conversa para debater o tema “Existe um cinema feminino?”.

 

Por mais um ano, o Curta-SE destacou a importância de exibir aos curtas sergipanos com a Mostra Competitiva de Curtas Sergipanos na abertura oficial do evento. Nos dias seguintes, também tiveram mostras competitivas de trailers, web séries, videoclipes, curtas e longas, nacionais e iberoamericanos sendo exibidas procurando dar uma equidade nas obras produzidas por seus realizadores.

 

convidados_curta-se_16 

 

Essa mobilização cultural contou com a participação de realizadores nacionais e locais, professores e alunos de audiovisual, estudantes de escolas públicas, jornalistas e amantes da sétima arte, que puderam ampliar seus conhecimentos e conferir cinema de qualidade.

 

Um dos convidados do Curta-SE 16 foi o curador das Mostras de Longas, que é membro da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) e jornalista do jornal O Estado de S. Paulo, Amilton Pinheiro. Segundo ele, “o Festival exibiu filmes com temáticas importantes, dirigidos por mulheres, que abordaram assuntos independente do gênero. Fico muito feliz de ver a luta da Rosângela Rocha para manter o Festival durante todos esses anos, mas seria interessante uma maior participação dos sergipanos. Afinal, todos nós aprendemos com referências e esta é uma oportunidade para isso”.

 

 Amilton_Pinheiro

 

A diretora executiva do Curta-SE, Rosângela Rocha, encerra o Festival com a sensação de dever cumprido, afinal a tarefa de realizar projetos culturais por estas terras é tarefa hercúlea. “Mais uma vez, cumprimos o nosso papel. Tivemos uma semana ativa, conforme o nosso planejamento e também conforme o financiamento que tínhamos para executar. Trouxemos filmes excelentes, com o compromisso de contemplar o nosso objetivo de promover a difusão com reflexão a cerca do cinema nacional e iberoamericanos. Entendemos que o processo cultural é hábito e, apesar dos 16 anos de existência do Festival, esperamos que o público participe mais efetivamente nos próximos anos”,  porque essa é uma oportunidade ímpar e encontrar quem fomente a frequentação à arte é enriquecedor e essencial ao desenvolvimento humano” , afirmou Rosângela.

 Rosangela_Rocha_premiando

 

O Festival encerrou a sua programação premiando as melhores produções audiovisuais, curtas ou longas, diretores e fotografia, através do júri popular e oficial, durante a cerimônia de encerramento no sábado, 17, no Cinema Vitória. Vale ressaltar que serão exibidas outras produções, na Mostra Sergipe Memória em Rede, de outubro a dezembro deste ano.

 

Apoio

Através da Lei de incentivo à Cultura, o Festival tem o apoio da Revista Preview,  Cia Rio, Pontão de Cultura Digital Avenida Brasil, NET, Festival de Avanca – PT, Fest’Afilm – FR, Tag.i ; e apoio cultural do Cinema Vitória, Secult-SE através do Funcart. A realização é da Casa Curta-SE, AVBR Produções e Ministério da Cultura / Governo Federal.

 

Por Carolina Leite e Tirzah Braga

Fotos: Sóstina Silva

Anote

fone2_menor

A Casa Curta-SE está com novo telefone. 

Anote: (79) 3085-7416.

 

ico_twitterico_youtubeico_faceboock

Centro de Estudos Casa Curta-SE

Rua O dois, n. 61, conj. A Franco, Bairro Farolândia, Aracaju-SE

CEP: 49030-296

Endereço postal:

Praça Dep. Pedro Barreto de Andrade, nº 75, Conj. A. Franco, Bairro Farolândia, Aracaju-SE

 Caixa Postal 3825