Casa Curta-SE

topo do site

‘A Tela na Sala de Aula’ recebe mais de 6,7 mil estudantes





FICI_-_10-10_FOTOS_MARCO_VIEIRA_15FICI_-_10-10_FOTOS_MARCO_VIEIRA_3FICI_-_10-10_FOTOS_MARCO_VIEIRA_7FICI_-_10-10_FOTOS_MARCO_VIEIRA_16Foto: Marco VieiraFoto: Marco VieiraFICI_-_10-10_FOTOS_MARCO_VIEIRA_10FICI_-_10-10_FOTOS_MARCO_VIEIRA_18

Terminou nesta quinta-feira, 10, mais uma edição do projeto ‘A Tela na Sala de Aula’, que integra a programação do 11° Festival Internacional de Cinema Infantil (Fici). Este ano, 6.717 estudantes das redes pública, estadual e municipal, de oito cidades tiveram a oportunidade de assistir gratuitamente aos quatro filmes exibidos nas salas do Cinemark Jardins.

 

O projeto, além de garantir momentos de lazer, buscou oferecer aos alunos o acesso a outros tipos de produtos culturais, estimulando assim a formação de um novo público para o mercado cinematográfico. Graças à proposta, muitos realizaram o sonho de frequentar pela primeira vez uma sala de cinema.

 

Entre eles estavam as pequenas Larissa Carvalho e Gabriele Nascimento, que estudam na Escola Municipal Dionísio Araújo Machado, localizada no Povoado Bonfim, em Lagarto. A experiência vivenciada durante o Festival não será esquecida tão cedo por elas.


“ Ficamos muito felizes quando a professora disse na sala que hoje seria um dia diferente. Não imaginava como tudo isso aqui era grande. Gostei muito do que vi e vou contar para a minha família assim que voltarmos”, relata Gabriele.


Mesmo para aqueles que já são frequentadores assíduos das salas de cinema, o ‘A Tela na Sala de Aula’ proporcionou novas experiências. “Sempre gostei de ver comédias e filmes de ação. Essa foi a primeira vez que acompanhei um desenho e fiquei muito surpreso com a produção. Posso dizer que superou as minhas expectativas”, ressalta Ernandes Araújo, aluno do Colégio Estadual Governador João Alves Filho.


Interação
Os benefícios proporcionados pelo contato com a produção audiovisual, porém, não ficam restritos somente aos alunos. Segundo os professores, a experiência também traz consequências para eles no retorno às salas de aula, já que os estudantes encontram-se motivados a discutir os temas apresentados durante os filmes.


“ É impressionante como há melhorias no desenvolvimento oral e de escrita desses estudantes após o contato com o cinema. A interação professor-aluno se transforma, ampliando assim as possibilidades de aprendizado. Esperamos que essa oportunidade possa ser estendida cada vez mais a novos públicos”, explica a professora Alessandra Carvalho, da Escola Municipal Dionísio Araújo Machado.


Para a produtora local do Fici e diretora Geral do Casa Curta-SE, Deyse Rocha, os resultados alcançados pelo projeto foram bastante satisfatórios. “ Produzir esse evento exige muita dedicação, mas a maior recompensa é ver no rosto dessas crianças o encantamento com o cinema. Conseguimos oferecer a muitas delas o primeiro contato com uma produção audiovisual e disponibilizamos aos professores uma oportunidade para ampliar as discussões sobre diversos temas. È isso que nos motiva a continuar trabalhando”.



Festival
O FICI completa 11 anos celebrando os números que fazem da mostra a principal do gênero no país. Do começo modesto, com apenas 15 filmes de nove países, sendo cinco do Brasil, o festival já soma hoje 570 filmes exibidos e um público total superior a 1 milhão de espectadores.


Esta edição do Fici começou em setembro pela cidade de Natal em Natal e segue para Aracaju e Salvador (4 a 13 de outubro) e Rio de Janeiro e Niterói.


Através de Lei de Incentivo à Cultura, o Festival conta com o apoio local da Superlux, Infonet, TV Sergipe, KJM Telecom, 3G Mídia exterior, Shopping Jardins, e patrocínio do BNDES, OI, Petrobras, Cinemark e Prefeitura do Rio de Janeiro,  co-produção da Espaço Z e Casa Curta-SE. A produção e realização é da Copacabana Filmes. O festival é uma realização do Governo Federal.

Fotos: Marco Vieira

Anote

fone2_menor

A Casa Curta-SE está com novo telefone. 

Anote: (79) 3085-7416.

 

ico_twitterico_youtubeico_faceboock

Centro de Estudos Casa Curta-SE

Rua O dois, n. 61, conj. A Franco, Bairro Farolândia, Aracaju-SE

CEP: 49030-296

Endereço postal:

Praça Dep. Pedro Barreto de Andrade, nº 75, Conj. A. Franco, Bairro Farolândia, Aracaju-SE

 Caixa Postal 3825