Casa Curta-SE

topo do site

Oficinas garantem aprendizado e diversão às crianças durante Fici




01a0203Everlane Moraes e Yuri Alves / Foto: Marco VieiraFoto: Marco VieriaMarlia Mendona / Foto: Marco VieriaPedro Mendonça / Foto: Marco Vieira Foto: Marco Vieira Foto: Marco Vieira Foto: Marco Vieira

Garrafas pet, pedaços de madeira, espumas e vinis. Todos esses materiais, normalmente descartados pelos adultos nas lixeiras da cidade, foram transformados em pequenas obras de arte pelas crianças que participam do Festival Internacional de Cinema Infantil (Fici). A oficina, que aconteceu no sábado (05) e domingo (6), contemplou cerca de 30 crianças.

VEJA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA.

Nas oficinas, elas descobrem de uma forma bastante divertida como dar um novo destino aos objetos e aprendem a construir os bonecos e cenários utilizados no espetáculo teatral que será montado neste domingo, na área externa do Cinemark.


As técnicas foram ensinadas pelos monitores Everlane Moraes e Yuri Alves, estudantes do curso de Artes Visuais da Universidade Federal de Sergipe. Durante as aulas, eles também contam aos pequenos um pouco mais sobre a história do teatro de bonecos e os ensinam a manipular os personagens principais do espetáculo.


“O objetivo, além de oferecer entretenimento, é despertar nas crianças o interesse pelo teatro, mostrando que há lazer além do videogame e computador. As informações são repassadas de maneira lúdica, permitindo que elas se divirtam enquanto aprendem”, explica Everlane.


Além da confecção dos bonecos, os monitores também ensinam algumas técnicas de desenho e pintura. Tintas, lápis de cor, canetas e papel são colocados à disposição dos alunos, permitindo que eles possam expressar toda a sua criatividade.


Quem gostou bastante da proposta foram os irmãos Pedro e Marília Mendonça, que aproveitaram a oportunidade para fazer várias pinturas.” Aprendi a desenhar uma flor e uma boneca no meu braço. Adorei a aula e vou pedir a minha mãe para nos trazer novamente aqui amanhã”, explica a estudante.


Festival
O FICI completa 11 anos celebrando os números que fazem da mostra a principal do gênero no país. Do começo modesto, com apenas 15 filmes de nove países, sendo cinco do Brasil, o festival já soma hoje 570 filmes exibidos e um público total superior a 1 milhão de espectadores.


Esta edição do Fici começou em setembro pela cidade de Natal em Natal e segue para Aracaju e Salvador (4 a 13 de outubro) e Rio de Janeiro e Niterói (18 a 27 de outubro).


Através de Lei de Incentivo à Cultura, o Festival conta com o apoio local da Superlux, Infonet, TV Sergipe, KJM Telecom, 3G Mídia exterior, Shopping Jardins, e patrocínio do BNDES, OI, Petrobras, Cinemark e Prefeitura do Rio de Janeiro,  co-produção da Espaço Z e Casa Curta-SE. A produção e realização é da Copacabana Filmes. O festival é uma realização do Governo Federal.


Por Wellington Amarente
Fotos: Marco Vieira

Anote

fone2_menor

A Casa Curta-SE está com novo telefone. 

Anote: (79) 3085-7416.

 

ico_twitterico_youtubeico_faceboock

Centro de Estudos Casa Curta-SE

Rua O dois, n. 61, conj. A Franco, Bairro Farolândia, Aracaju-SE

CEP: 49030-296

Endereço postal:

Praça Dep. Pedro Barreto de Andrade, nº 75, Conj. A. Franco, Bairro Farolândia, Aracaju-SE

 Caixa Postal 3825