Casa Curta-SE

topo do site

‘O Pequeno Jornalista’ e ‘Novos Jovens’ marcam estréia do Fici em Aracaju

 

Foto: Victor Balde'O Pequeno Jornalista' animou as crianças / Foto: Victor Balde Priscila Andrade / Foto: Victor BaldeA sala de 'O Pequeno Jornalista' / Foto: Victor BaldeIvanilde Moura / Foto: Victor BaldeSNAPIC-FICI-DIA_30-Baixa-20Debora Cristina / Foto: Victor BaldeMiriam Pradal / Foto: Victor BaldeSala dos 'Novos Jovens' / Foto: Victor BaldeElaine Barbosa / Foto: Victor BaldeFoto: Victor Balde


Débora Cristina, 11 anos, aluna do 5º ano da Escola Municipal João Nascimento Filho, em Estância. Elane Barbosa, 14 anos, aluna do 9º ano da Escola Municipal Manoel Bonfim, em Aracaju. Apesar das diferenças, as duas jovens tiveram nesta sexta-feira, 30, um ponto em comum: foram pela primeira vez ao cinema. Elas participaram do primeiro dia do Festival Internacional de Cinema Infantil (Fici).


Débora assistiu ao filme ‘Ponyo - Uma Amizade que Veio do Mar’, que integrou a programação do debate ‘O Pequeno Jornalista’. A animação japonesa, inspirada no filme ‘A Pequena Sereia’, de 1989,  conta a história de uma peixinha que consegue escapar da vigia do seu pai, no fundo do mar, para conhecer o mundo da superfície. É quando ela conhece um menino de cinco anos, Susuke, que a salva de uma morte causada pela sujeira deixada pelos humanos nos oceanos. Eles acabam se apaixonando.


Em seguida, as crianças debateram a animação com a jornalista Priscila Andrade. “É uma produção totalmente diferente do que estamos acostumados a ver, já que é uma animação japonesa. Mistura um pouco de fantasia com realidade”, comentou. Segundo ela, a principal mensagem do filme é que as pessoas precisam buscar os seus sonhos.


“O filme mostra que um amor que parece impossível consegue se concretizar. A proposta é despertar nos alunos novos horizontes, é fazer com que eles acreditem nos sonhos. Ou seja, que algumas vezes é preciso até ultrapassar os nossos limites para conseguir o que sonhamos”, comentou a jornalista.


A professora de Débora, Ivanilde Moura, destacou que, além disso, o filme ainda abordou questões trabalhadas em sala de aula. “Quando mostrou a poluição no mar, um aluno logo relacionou isso ao assunto que trabalhamos em Ciências. Fiquei feliz em ver essa associação. Além disso, esse festival possibilita que muitos dos nossos alunos, que sequer saíram de Estância, hoje estejam em uma sala de cinema”, comenta.


É o caso de Débora. Aos 11 anos, ela não conhecia Aracaju. “Eu nunca tinha vindo a um shopping, nem ao cinema. Achei tudo bonito. Quero vir outras vezes”, disse a estudante.

 

Novos Jovens
O Fici trouxe pela primeira vez a Aracaju o projeto ‘Novo Jovens’. O filme escolhido para a sessão a que Elaine assistiu foi ‘Desenrola’. Na temática, a história da romântica Priscila, que se vê pela primeira vez sozinha em casa: a mãe viajou a trabalho e vai passar 20 dias fora. É neste curto espaço de tempo que sua vida passa por grandes mudanças.


A psicóloga e psicopedagoga Miriam Pradal trabalhou algumas questões com os estudantes.  “A problemática do filme não é a perda da virgindade, mas como se deve perder a virgindade. A obra ajuda a trabalhar algumas dessas questões com os adolescentes, já que, assim como no filme, o assunto ainda é tabu entre pais e filhos”, relata.


Elaine bem sabe da dificuldade em conversar com os pais sobre o assunto. “A gente fica com vergonha. Prefere conversar com as amigas”, diz. Segundo ela, além do filme, o cinema também causou boa impressão. “Nunca tinha vindo aqui. Eu adorei. Quero vir outras vezes”.


Apoio
O Fici segue até o dia 9 de outubro em Aracaju. Incentivado pela Lei Rouanet, o festival tem patrocínio do BNDES, Petrobras, OI, McDonalds, Schin, Protex e Governo do Rio de Janeiro. A produção local é da Casa Curta-SE e conta com o apoio da Fundação Aperipê, Superlux, Portal Infonet, Shopping Jardins, Ativa Impressão Digital, loja Pinóquio e Fredd’s Lanches, com produção da Copacabana Filmes e realização do Governo Federal.

 

Veja a galeria de fotos do primeiro dia do evento.

 

Por Paloma Abdallah

 

 

Anote

fone2_menor

A Casa Curta-SE está com novo telefone. 

Anote: (79) 3085-7416.

 

ico_twitterico_youtubeico_faceboock

Centro de Estudos Casa Curta-SE

Rua O dois, n. 61, conj. A Franco, Bairro Farolândia, Aracaju-SE

CEP: 49030-296

Endereço postal:

Praça Dep. Pedro Barreto de Andrade, nº 75, Conj. A. Franco, Bairro Farolândia, Aracaju-SE

 Caixa Postal 3825